Papricast 025 /// Filmes baseados em livros que você (provavelmente) não leu

11 de January de 2013 / autor: / em: PapriCast 16

Ao contrário de obras literárias conhecidas, como A trilogia Senhor dos Anéis e Harry Potter, existe um grande número de filmes de sucesso que são inspirados em livros, muitas vezes, pouco conhecidos. Dê o play e embarque conosco nessa jornada pelo mundo dos filmes baseados em livros que você (provavelmente) não leu.

[DOWNLOAD]

Produtos Relacionados

Livro que originou Rambo: First Blood (em inglês)
Jack Reacher – O Último Tiro
Livro A Fantástica Fábrica de Chocolate
Livro Charlie e o Grande Elevador de Vidro (a continuação de A Fantástica Fábrica de Chocolate)
Shrek, o livro que originou o filme
Livro Forrest Gump – O Contador de Histórias

Comentado no Episódio

Camiseta do ouvinte Tiago Webber, inspirada no game Flashback
Teoria do físico da Nasa de que vivemos em uma espécie de The Sims
Primeira adaptação de um livro para o cinema: Alice no País das Maravilhas

Fale com a gente

Nos mande sugestões, críticas ou reclamações através do [email protected], nos comentários do post, no Facebook ou então através de nosso twitter: @papricast_org.

Duração do Programa

67 minutos

ASSINE NOSSO FEED!

Feed, RSS e iTunes: http://feeds.feedburner.com/Papricast Para assinar no iTunes, clique na aba Avançado, e Assinar Podcast. Cole o endereço e confirme. Assim você recebe automaticamente os novos episódios.

Marton Santos
Editor do Páprica. Paga no máximo 50 pratas por uma foto do Homem-Aranha cometendo algum crime. Twitter Facebook

16 thoughts on “Papricast 025 /// Filmes baseados em livros que você (provavelmente) não leu

  1. Camila says:

    2:12 da manhã e acordei minha mãe no quarto ao lado gargalhando de “vai uma banana?”
    Sério, vocês são demais.

  2. Fala pessoal,

    Primeiramente parabéns pelo podcast de vocês, achei muito bacana. Comecei a ouvir graças a indicação de um amigo do trabalho. Já ouvi dois episódios e pretendo ouvir os outros depois.

    Quanto ao tema de hoje, “Filmes baseados em livros…”, quero citar um também: Deixa ela entrar (Let The Right One In).

    Tá certo que o pessoal provavelmente não assistiu o filme também. =P Mas posso garantir que é um BAITA filme. E estou falando da versão suéca, a original. Já que fizeram um remake americano desnecessário.

    É um filme de vampiro, mas que em nada lembra histórinhas adolecentes. Nada disso, aqui temos uma obra de arte. O que eu não sabia era que, tinha um livro por trás disso tudo.

    Pra quem não conhece nem um, nem outro, ou pra quem quiser saber mais sobre ambos, indico nosso artigo lá na Mob Ground, onde falamos sobre as obras: http://mobground.net/let-the-right-one-in-ah-suecia-sua-linda/

  3. Luísa says:

    Cadê o #26? O público está impaciente. kkkkkkkk Sensacional o trabalho de vocês.

  4. Rakka says:

    Ri alto com o Leonardo recomendando o Nerdcast pro cara do e-mail…huauahua Isso que é valorizar o próprio trabalho!hahaha Alguns filmes não sabia que eram baseados em livro, mas no caso de Blade Runner ,o filme é muito melhor.

  5. marcos says:

    cara o nerdcast e matando robôs gigantes é dez vezes melhor.

    1. Marton Santos says:

      Assino embaixo e dou fé.

    2. Djansley says:

      No máximo umas cinco vezes, vai.

  6. Djansley says:

    Fala galera do Papricast,

    Poxa! Fiquei emocionado com o Leonardo conseguindo pronunciar meu nome na leitura de e-mails. hahaha
    Mals aê, deveria ter colocado um apelido de referência no meu email.

    Parabéns pelo episódio e obrigado pelas dicas de filme/livros. Valeu também a dica sobre o Nerdcast, que eu comecei a acompanhar recentemente e realmente é muito bom. De qualquer jeito o Papricast continua sendo, pra mim, um dos melhores.
    Continuem com o bom trabalho, galera. Só tem a ganhar!

  7. César da Mata says:

    Muito bom o programa, como todos os outros, mas acho que faltou falar de um outro blockbuster, Jurrasic Park.

  8. joao says:

    A filhinha do Comando para Matar é a Alyssa Milano =) Ela pode fazer o que quiser! heheh

  9. Rafael says:

    Está me zoando que pra ouvir sua matéria eu tenho que fazer um download dela. Até me interessei pelo tema, mas já relutei com o fato de ser um vídeo, e por isso ter que esperar carregar ao invés de simplesmente ler um texto. E eu ainda tenho que fazer download do arquivo? KKKKK. Não, muito obrigado!

    1. Marton Santos says:

      Não é uma matéria Rafael, é um podcast. E não, você não precisa fazer um download, basta dar o play no player… o_O

      1. Paulo Vila Velha says:

        Não seria mais fácil fazer uma lista?

        1. Marton Santos says:

          Seria bem mais fácil Paulo. Podcast exige pesquisa, pauta, gravação e edição, tomando fácil, fácil umas 20 horas de trabalho dividido em alguns dias. Assim como seria mais fácil para a Globo publicar as notícias escritas no site do Jornal Nacional ao invés de gerar uma quantidade enorme de trabalho e envolver dezenas de profissionais para colocar o jornal no ar todos os dias, mas não é esse o objetivo deles e também não é o nosso.

          Talvez você desconheça essa informação (provavelmente eu diria) mas existe um grande público que segue vários podcasts no Brasil, inclusive o nosso. Gente que baixa o programa pra ouvir enquanto faz exercícios ou vai ao supermercado, gente que ouve enquanto trabalha ou realiza as tarefas domésticas. É uma mídia diferente da escrita, apenas isso. Muita gente gosta, outras não. Assim como algumas pessoas gostam de jornal impresso e não assistem na televisão, mas ninguém vai deixar de fazer tv por isso. Alguns gostam de podcasts, outros odeiam, e o mundo segue girando.

  10. Rafael says:

    Tá me zoando que pra ouvir sua matéria eu tenho que fazer um download dela. Até me interessei pelo tema, mas já relutei com o fato de ser um vídeo, e por isso ter que esperar carregar ao invés de simplesmente ler um texto. E eu ainda tenho que fazer download do arquivo? KKKKK. Não, muito obrigado!

  11. Jefferson D. S. Arantes says:

    Eu li o livro do Forest quando eu ainda era pirralho!!!! E por sinal eu nunca ví o filme até o fim, mas o livro é muito bom, faz vc viajar nas histórias dele!

Deixe um comentário