Google Reader descontinuado /// Quais são as opções para os usuários?

Ontem caiu como uma bomba na internet a notícia de que o Google Reader seria descontinuado. O serviço agregador de RSS será desativado a partir do início de julho e a empresa aconselha todos os usuários a exportar sua lista de feeds até esta data, caso queiram usá-la em outro serviço semelhante.

googlereadermac

Usada por muita gente como uma espécie de hub da internet, onde todos os posts de seus blogs e sites preferidos aparecem em um único lugar, o Google Reader já vinha sendo alvo de críticas desde suas últimas atualizações, onde desprezou toda a parte de compartilhamento de posts, privilegiando assim algumas funcionalidades do Google+. Compartilhar com os amigos e poder ver os posts recomendados por seus amigos era uma parte interessante do serviço e, justamente por isso, muitos usuários já vinham procurando alternativas. Confira abaixo algumas:

The Old Reader

A proposta do The Old Reader é justamente resgatar funcionalidades descontinuadas pelo Google em atualizações recentes, principalmente a parte social e de compartilhamento de notícias. O serviço permite que você comece uma conta do zero, adicionando seus feeds manualmente, ou então importe sua lista através de um arquivo OPML. Para isso vá até o Google Takeout e exporte seu feed do Reader.

Infelizmente parece que o serviço ainda não estava preparado para a debandada ocorrida nessa semana, então está sendo complicado conseguir importar seus arquivos do Reader, embora o serviço funcione normalmente para feeds adicionados manualmente. A situação deve melhorar nos próximos dias.

Ponto positivo: Traz de volta funcionalidades sociais do Google Reader.
Ponto negativo: Enfrenta dificuldades com o excesso de migrações.

Cappuccino

Esta é uma alternativa fora da nuvem e apenas para usuários de Mac, mas vale a pena ser citada. O Cappuccino roda como um aplicativo separado do navegador, mas permite que as páginas sejam exibidas em sua janela, além de ter a opção de visualização simplificada, o que deixa a leitura mais rápida. O aplicativo ainda precisa de algumas melhorias, mas ganha pontos por ser gratuito e ter um visual muito agradável, o que facilita a longa navegação que um agregador de feeds exige.

Ponto positivo: Software gratuito e bonito.
Ponto negativo: Não utiliza a nuvem, o que atrapalha na hora de conferir seus feeds em outro computador.

Feedly

O Feedly talvez seja a solução mais amigável para usuários que irão migrar do Google Reader. Para começar a utilizar o serviço, basta que o permita acessar sua conta Google e ele automaticamente mostrará todas as suas guias, pastas e feeds. O serviço já promete que, apesar de usar o Google para buscar os feeds, vai clonar as listas e fazer a transição sem nenhum procedimento exigido do usuário. Isso só será possível para usuários que utilizarem o serviço antes do dia 1º de julho.

Ponto positivo: Simplicidade na migração.
Ponto negativo: Falta da área de interação social.

É claro que além dessas três sugestões existe uma infinidade de outros serviços, aplicativos e complementos para navegador que prometem igualar ou melhorar a experiência proporcionada pelo Google Reader, mas cabe a cada um analisar e escolher aquele que mais se encaixa na sua necessidade. A única coisa certa por enquanto é que o Reader vai deixar muitos órfãos internet à fora.

Compartilhe
Comente
  • Carlos Santos

    Além desses outro organizador muito bom é o FeedDaemon, que é pra windows, requer uma instalação basica mas não é pesado e serve bem ao propósito