Liga da Justiça /// Saiba como seria o filme de 2007 que nunca veremos

O site americano Comic Book Movie deu destaque ontem a uma postagem do 4chan feita de forma anônima e que relata, de cabo a rabo, como seria o filme da Liga da Justiça que chegou a entrar em produção em 2007. Obviamente pode se tratar apenas de um plot bem desenvolvido por um fã, ou ainda uma criação do próprio site CBM como forma de viralizar e ganhar citações em outros veículos. Difícil dizer, o certo é que o roteiro é bem redondo e poderia ter dado certo, por isso vamos contar um pouquinho dele em seguida.

Antes de tudo, vale relembrar um pouquinho a situação do filme da Liga em 2007. Batman Begins havia estreado em 2005, ganhou uma boa bilheteria e garantiu a sua sequência, O Cavaleiro das Trevas, que viria a ser lançado em 2008. Superman Returns, com Brandon Routh, havia sido lançado em 2006 e recebeu uma recepção nada amistosa dos fãs. Apesar do sucesso do Homem-Morcego, se via com desconfiança a junção imediata de tantos personagens, ainda mais com seus atuais intérpretes, em um único filme. Surpresa ainda maior foi quando um elenco completamente novo foi anunciado, o que geraria um novo Batman nos cinemas enquanto a trilogia e Christopher Nolan ainda estava em andamento. O roteiro do filme foi finalizado as pressas pois a greve dos roteiristas de Hollywood se aproximava. A Austrália foi escolhida para receber as gravações e o diretor seria o também australiano George Miller, conhecido por Mad Max. Nesse momento, com elenco escalado, roteiro pronto, locações escolhidas e produção iniciada que o governo australiano resolveu mudar as regras de benefícios para filmagens no país. O custo da produção ficou alto demais, mudar de locação naquela altura ficaria ainda mais caro e qualquer alteração no roteiro estava inviabilizada pela greve por tempo indeterminado. Foi o fim do filme e o alívio dos fãs que viam a produção com desconfiança.

Pois agora vamos ao roteiro que, supostamente, ganha a luz do dia depois de 6 anos engavetado. A história começaria com um funeral, onde todos os heróis da Liga estariam presentes, menos Batman. O que nos leva a presumir, em um primeiro momento, que ele foi o herói que se sacrificou para salvar o planeta. O roteiro nos leva então para dois dias no passado, onde a história realmente acontece. Batman criou uma tecnologia de monitoramento para o caso de precisar tomar medidas contra os super-heróis conhecidos. O vilão é Maxwell Lord (velho conhecido dos leitores da Liga) aliado a Thalia Al Ghul. Eles se apoderam dos planos do Homem-Morcego e usam um exército robótico conhecido como OMACs para tentar destruir a Liga. Até mesmo Superman é dominado mentalmente por Lord e entra em combate contra o resto da Liga, algo que (na época em que o roteiro foi escrito) havia acontecido recentemente nos quadrinhos. O longa contaria com Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Flash (Barry Allen), Lanterna Verde (John Stewart) e o Caçador de Marte. Barry Allen tem uma importante função no roteiro e é ele quem se sacrifica no final para salvar o planeta, uma clara homenagem ao final da saga Crise nas Infinitas Terras. Seu sobrinho Wally West assume o manto de Flash e por isso está no funeral do início do filme. O filme acabaria com a Liga da Justiça se formando de maneira oficial, com os heróis concordando que podem trabalhar melhor em equipe e deixando o caminho aberto e asfaltado para novos filmes.

O roteiro completo está disponível aqui em inglês.

Pessoalmente, fui contra a realização do filme em 2007. As decisões pareciam apressadas e sem sentido, o que, de certa forma, se provou verdade com o cancelamento do filme. Mas, se esse for mesmo o roteiro oficial, está longe de ser ruim. Com certeza é muita coisa acontecendo ao mesmo tempo e precisaria de boa vontade do público não conhecedor de quadrinhos, mas existia potencial para algo grandioso.

E você? O que acha dessa trama para um filme da Liga da Justiça? Deixe sua opinião nos comentários.

Compartilhe
Comente
  • Hebert

    Rapaz, ja fizeram uma animação do flash point

  • Guilherme

    Ta vendo pq daria uma merda? John Stewart e sem Hal Jordan… VÃO TOMAR NO CU DC!

  • https://www.facebook.com/tayrinegabrielle.rodriguesbenis Tayrine Gabrielle Rodrigues Benis

    acho que daria um bom filme

  • http://gravatar.com/rivemasoft rivemasoft

    Essa idéia aí de um plano do batman para deter cada super-herói já foi explorado em uma animação.

  • http://gravatar.com/oceloth Luís Fernando

    Engraçado parece o roteiro da animação “Justice League: Doom”. Ou seja é mais um daqueles fakes escrotos.

    • http://www.paprica.org Marton Santos

      Na verdade esse roteiro seria inspirado em dois arcos dos quadrinhos: Torre de Babel e Projeto OMAC. A animação que você citou foi baseada em Torre de Babel. Alías, todas as animações da DC são baseadas em arcos já vistos nos quadrinhos, não existem roteiros totalmente originais para essas produções. E nada mais sensato para um filme da Liga do que se basear em algumas sagas passadas dos quadrinhos. Pode até não ser verdadeiro, mas não acredito que por esse motivo :)

  • Edivaldo

    Tem até um filme animado com uma base mto forte nesse roteiro. Liga da Justiça vs Legião do mal.
    Sinopse:
    Na história, Batman elabora planos de derrotar seus próprios companheiros caso um deles decida se rebelar, mas esses planos são roubados por um grupo de super-vilões.

  • https://www.facebook.com/DJbear22 Djair Sousa

    seria massa era poder ver nas telonas uma adaptação do “FLASH POINT” em q nos mostra uma LJA bem mais agressiva… Avengers viraria historia, com esta produção U.U