Papricast 238 /// Filmes Antigos que Merecem uma Sequência

Star Wars, Blade Runner, Mad Max… a indústria tem nos mostrado que, com respeito e dinheiro, dá pra retomar franquias paradas há muito, muito tempo. E, se isso é tendência, nada melhor do que imaginar outros bons filmes de antigamente que poderiam retornar no futuro para dar sequência a suas histórias.

[DOWNLOAD]

Ficha Técnica: Nesse programa Marton Santos, Leonardo Santos, Doug Lira, Guilherme Baldi e Pedro Duarte tem ideias boas e ruins por 64 minutos.

Padrim Papricast

CLIQUE AQUI E SE ASSOCIE AO PADRIM

Patreon Papricast

CLIQUE AQUI E SE ASSOCIE AO PAPRICAST

ASSINE NOSSO FEED!

Feed, RSS e iTunes: http://feeds.feedburner.com/Papricast Para assinar no iTunes, clique na aba Avançado, e Assinar Podcast. Cole o endereço e confirme. Assim você recebe automaticamente os novos episódios.

Compartilhe
Comente
  • antonio martinez

    E o Último guerreiro das estrelas ???

  • Tatielma

    Ouvindo hoje, vim só comentar de mãe Léo profetizando Kevin Spacey está morto!!!!

  • The Diego

    O podcast tinha sua publicação marcada para as quartas-ferias?

  • Gabriel Eli

    São tantos filmes…
    Cito alguns que gostaria de ver uma sequência:
    História sem Fim
    Os Batutinhas
    Um estranho no ninho
    Feitiço do Tempo

    São alguns que valeria um novo desfecho ou uma continuação bacana!

  • Renato Santos

    Quer dizer que a área de comentários do handmaid tale virou reduto de homofóbicos e machistas? então quem não concorda com idéias malucas de feministas viajadas automaticamente vira machista? ou se alguém não aprecia comportamento homosexual automaticamente tá quebrando lampada na cabeça de gay?
    Acho que é uma maneira contraditória de clamar por tolerância chamar quem pensa diferente de intolerante, acho também q alguém assim deveria crescer, abrir a mente e parar de pagar de defensor de minoria só pra ser o legalzão, o descoladão, o diferentão.
    Outra reflexão q tive foi, o cara chama os comentaristas do cast (q são ouvintes e fãs do produto deles) de homofóbicos e machistas, e depois vem pedir ajuda no patreon e afins , putz bixo… respeitem quem pensa diferente, se a pessoa falou merda, critiquem sim, mas façam isso de maneira correta e não generalizando burramente como foi o pequeno comentário no começo desse novo cast.

    • martonsantos

      Oi Renato, só chamei de misógino e homofóbico quem age, escreve, vive, etc, dessa forma. Esse dinheiro aí não é bem vindo. Se você se ofendeu é poruqe talvez se identifique como tal. E esse é um problema teu, não nosso.

      Agora senta que vou te dar uma notícia triste: tem MUITA gente que pensa como nós. E isso não acontece porque a pessoa quer ser legalzona, descoladona, diferentona. Isso acontece pois a pessoa tem empatia suficiente para entender que outros seres humanos precisam ter, basicamente, os mesmos direitos. Aliás, falta de empatia é o que leva as pessoas a propagar discurso de ódio enquanto acham que estão “dando opinião”. Falta de empatia é achar que alguém com a opinião diferente da sua só pode estar fazendo isso para conseguir atenção. O umbigo dos ofendidos não é o centro do mundo.

      Você mesmo cita quem “não aprecia comportamento homosexual”. Eu também não aprecio, até porque não vou entrar no quarto de um casal gay a noite, sentar em uma cadeira e ficar assistindo a intimidade do casal. Comportamento gay não é pra ser apreciado nem admirado, assim como não é o heterosexual. Ele existe e cabe aceitar e conviver. Quem não quer, que vá viver nas montanhas, mantendo sua suposta “integridade moral”.

      E antes que isso gere dúvida: intolerância é quando alguém não aceita que alguém seja o que é, sendo que isso não influencia em nada a vida do reclamante. Outra coisa é querer cersear direitos alheios baseado nos seus princípios, que deveriam servir para guiar apenas e exclusivamente a vida de quem? A sua.

      Como eu disse no comentário curto do cast mas que rendeu sua tese de mestrado ai em cima: perdemos alguns ouvintes com o cast de Handmaid’s Tale, mas perdemos bem. Perdemos que tinhamos que perder. Talvez estejamos precisando de mais programas assim, de tempos em tempos.

      • Renato Santos

        primeiro q não me ofendi nem nada com o q vc falou , só vim aqui de novo como fiz lá, pra mostrar a tua burrice e intolerância. Vi vários comentários lá que falavam da distorção de religião ou citando q a sociedade q tá mais perto de virar aquilo é a do oriente médio, pessoas com argumentos sólidos e a unica resposta tua lá era ” são pessoas brancas, heteros, homens blablabla” ou seja, nem pra interpretar texto a cegueira ideológica deixa.
        Generalizou burramente os comentários CONTRA o feminismo do cast e ainda vem dizer “que muitos pensam como vcs”, sim, assim como muitos educadamente apontaram pontos contraditórios na bandeira levantada e esses mesmos já foram taxados de preconceituosos.
        Como falei, não vim defender quem pensa contra ou a favor de viagens alucinantes de feminista de internet, vim só mostrar como esse movimento e pessoas como vc , não sabem respeitar opinião contrária, chega cansa ver alguém q não ter argumento se reduzir a chamar alguem de machista e afins como se xingar o outro fosse atestado de que estão certos…

        • http://arquiteturaediscurso.wordpress.com/ gabriel

          1. “como se xingar o outro fosse atestado de que estão certos”

          2. “só vim aqui de novo como fiz lá, pra mostrar a tua burrice”

          1+2=?

  • Eduardo

    Um filme do Jack Ryan Velho, como presidente, com Harrison Ford e que ao mesmo tempo é uma continuação de força aérea 1

  • Luis Fernando Volkweis Filho

    Leo indicando Geekburger <3

  • http://arquiteturaediscurso.wordpress.com/ gabriel

    Sabe o que merecia uma sequência? Sim, ele mesmo, o mito, a lenda: Mestres do universo. Ou não.

  • http://www.grandecoisa.com.br/ Gui Baldi

    AQUIDAUANA

  • http://www.grandecoisa.com.br/ Gui Baldi

    COMO ASSIM IDEIA RUIM? RUIM É NÃO TER IDEIA RAPÁ