destaque

Papricast 078 /// Os Blockbusters de 2014

Está chegando a temporada dos filmes para comer com pipoca e guaraná. Os filmes pop, arrasa-quarteirões, sucesso de bilheteria, blockbuster, ou como preferir chamar. Grandes produções, muitos efeitos, cenas incríveis… todos gostam de uma atuação digna de Oscar, mas são os blockbusters que movimentam a indústria do cinema e nos deixam salivando pelo próximo filme. Então vamos fazer um listão do que é imprescindível nessa temporada 2014 quando o assunto são filmes que vão fazer MUITO dinheiro. Bora? Dá o play e já vai entrando na fila da pipoca!

[DOWNLOAD]

Fale com a gente

Nos mande sugestões, críticas ou reclamações através do papricast@gmail.com, nos comentários do post, no Facebook ou então através de nosso twitter: @papricast

Duração do Programa

70 minutos

ASSINE NOSSO FEED!

Feed, RSS e iTunes: http://feeds.feedburner.com/Papricast Para assinar no iTunes, clique na aba Avançado, e Assinar Podcast. Cole o endereço e confirme. Assim você recebe automaticamente os novos episódios.

Compartilhe
Comente
  • Karla Riet

    Ouvindo esse papricast no final de 2014, e no fim das contas acho que vocês acabaram o ano com uma média boa das expectativas..
    Noé sendo porradeiro, Homem-Aranha sendo legal mas nada de fenomenal, X-man servindo para dar o restart na franquia, Planeta dos macacos sendo FOOOOODA, Transformes ninguém esperava muita coisa e conseguiu ser pior do que o esperado ( Só o Léo achando que apenas as explosões e robos montando dinossauros seriam o suficiente para ele #SQN), Mercenários quebrando tudo e apenas isso, Interestelar dando um BUM nos nossos cérebros e o Hobbit ainda não assisti, mas certeza que vai ser lindo =P
    Acho que no fim vocês foram muitos bem nas expectativas, até os filmes que vocês falaram que seriam meia boca, realmente não se destacaram. Ceis tão ficando bom nisso, hein!! Congrats 😉

  • Pingback: Papricast 078 /// Os Blockbusters de 2014 | Blogsfera()

  • Rone Fideles

    Val Kilmer já voltou mas não se deu bem. Foi no filme Virgínia do Coppola.

    • https://twitter.com/jaisonmafra jmafra

      Então só Tarantino salva. heheheh

  • http://twitter.com/Junior_W_K Waldir Krisanski (@Junior_W_K)

    Muito legal!Vamos comentar mais o casts galera!ta fraco né?os caras merecem!!! =)

  • https://www.facebook.com/lenin.cristi Lenin Cristi

    Eu gostei muito, mas muito de first class…

  • https://www.facebook.com/lenin.cristi Lenin Cristi

    E ai cambada legal do RS? Vi o trailer de Transcedence (https://www.youtube.com/watch?v=VCTen3-B8GU) a alguns meses atrás e acho que entenderam muito errado a premissa do filme, na ordem do trailer é o seguinte:

    1 – Jonny é um brilhante e renomado cientista entre as áreas de neurologia/computação que está com uma equipe que inclui sua esposa/noiva/namorada/interesse no sentido de chegar a uma singularidade, ou seja, ao ponto de uma inteligência artificial obter consciência.

    2 – Jonny chama a atenção de um grupo terrorista que acredita que sua pesquisa pode levar a extinção da raça humana, pois uma inteligência assim teria mais capacidade que todos os humanos que já existiram na história (será que estão certos?). Ele toma um tiro com uma bala feita de material radioativo e vai morrer, não há chance de cura.

    3 – A esposa/noiva/namorada/interesse entra na história e transfere num ato de desespero sua “mente” para o supercomputador revolucionário que estava sendo construído (ainda incompleto) para preservar sua consciência.

    4 – Seu amigo (interesse?) avisa que foi um ato inconsequente, arriscado, experimental e que por acaso podem faltar memórias, experiências, traços de personalidade ou mesmo por variáveis desconhecidas (alma?) que definem quem é o Jonny. O trailer a essa altura deixa claro que o que foi transferido não necessariamente é o Jonny que conhecemos e amamos, e essa pessoa nova, se escapar do laboratório (e ela quer escapar), têm um poder incalculável sobre toda a capacidade computacional do planeta, de ICBM’s a fontes de energia, de fábricas a hospitais, e até aos celulares e dispositivos móveis em uso, coisas que ele têm capacidade de controlar simultaneamente.

    5 – Dá merda.

    Os questionamentos do filme, que devem ir do terrorismo a alma e definição de ser humano são o suficiente para me fazer esperá-lo.

  • Luis Antonio

    como informação extra o Edge of Tomorrow(no limite do amanha)e baseado na mesma historia do manga All You Need Is Kill que e muito bom, e eu li por causa que ia sair esse filme,e como leitor de vários mangas a historia e foda o personagem principal Keiji e muito rico e se filme conseguir transmitir tensão da historia vai ser foda,