screenshot-2015-09-06-at-9-59-39-pm

Papricast 149 /// Plata o Plomo?

El trabajo ennoblece al hombre. Pablo Emilio Escobar Gaviria pensó que era mejor ignorar esta parte de la ” nobleza de alma” y vaya directamente a la condición de millonario que el narcotráfico le valió . Como ya se ha dado aviso a la Papricast hoy es acerca de Narcos , esta hermosa serie producida por Netflix y dirigida por José Padilha . ¿Y sabes lo que es más fresco ? NO SPOILERS AGRESIVO ! Faltaba un pequeño empujón para empezar a ver la serie? Da la obra allí y nos dio las gracias más tarde 😉


[DOWNLOAD]

Ficha Técnica: En este programa Marton Santos , Leonardo Santos y Jaison Mafra reflejan sobre Pablo Emilio Escobar Gaviria CARRERA por 73 minutos.

Mora em São Paulo?

convite_1

Garanta sua camiseta exclusiva do evento

(a pré venda vai somente até o dia 28 de setembro)

Camiseta Temas

Camiseta I Got Get Drunk

Patreon Papricast

CLIQUE AQUI E SE ASSOCIE AO PAPRICAST

ASSINE NOSSO FEED!

Feed, RSS e iTunes: http://feeds.feedburner.com/Papricast Para assinar no iTunes, clique na aba Avançado, e Assinar Podcast. Cole o endereço e confirme. Assim você recebe automaticamente os novos episódios.

Compartilhe
Comente
  • Benedito Portela

    Opa, ainda estou assistindo a serie, é boa, o que achei interessante tb é a explicação de como funcionava, quantizar tudo, não tinha ideia que era tanta droga, muito dinheiro, os esquemas, as ligações com políticos e até terroristas/comunistas, muito bem mostrado! Quanto ao sotaque, não sei espanhol, mas tem momentos que a fala dele fica deslocada os outros, as vezes penso que ate foi redublado, parece que ele fala muito explicadinho, palavras bem ditas mas separadas, enquanto os outros falantes da língua, fluí uniforme as frases, mas isto não estragar a serie, acho que só os colombianos podem reclamar mesmo! Agora eu quero reclamar do Netflix, pois escolhi assistir dublado e apenas os americanos estão dublados, assim não vale! Não só esta serie mas tem muitos filmes com isto, creio que este artificio de duas línguas num filme/serie funcione naquela hora que este detalhe faz parte da trama para que os outros personagens não entendam, mas quanto estão todos de mesmo língua, ainda ficar tendo legendas é osso!
    Valeu!
    Bené

  • http://www.aerolitos.com.br Léo Bruski

    Achei a série sensacional, essa fotografia do padilha da pra ver com clareza ali os elementos que ele sempre usa nas suas obras, foi meio corrido sim, como comentaram, mas acho que não é a intenção do Netflix manter a série por muitas temporadas, acho que serão duas mesmo e acabou, nem tem muita história pra manter mais temporadas, na minha opinião, mas sempre pode ser abordado de outra maneira pelos produtores.
    Ótimo programa galera, vocês mandam muito bem.
    Valeu, abraço!!!

  • Caio

    O comentário mais “eu queria ter dito isso” foi sobre a mãe do Pablito. A atriz parece a velha do Chaves!

  • Glaucia Cecília Rosa

    Olá genteee!! Só uma curiosidade sobre a outra séria sobre o Pablo Escobar disponível na Netflix “Pablo Escobar em patron del mal”. Em 2013 viajei para o Chile, toda vez que ligamos a tv esse seriado estava passando. Não ligamos muitas vezes, mas toda vez estava passando a mesma coisa!!! Em 2014 fomos pra Bolívia e Peru e adivinhem o que passava na tv toda vez que a gente ligava???? HAHAHAHA a única diferença é que um dia era Pablo Escobar, no outro Avenida Brasil “oi oi oi” com aquela dublagem em espanhol maravilhosaaaa! Pelo jeito esse seriado é bem conhecido pelos nossos vizinhos.

    Abraços!

  • http://www.aerolitos.com.br Léo Bruski

    Como seria bom, ouvir o papricast e comentar ao mesmo tempo!!!

    Põe o DISQUS nessa bagaça ai galera, 5 minutos pra configurar a parada!!!

  • Pedro Mota

    Excelente, Serie fantástica e envolvente…. pena que Pablo e evil…..

  • Tiago Aquines

    Série muito boa e bem produzida!
    Claro, como retrato fiel da época do Pablo Escobar não serve, mas é uma série, não um documentário, então ok.
    O agente da DEA me incomodou, especialmente por aquela cara de paspalho que não intimida nem uma vovozinha na madrugada, mas se forem pesquisar o agente real da DEA, ele era assim também, era um alemão careca, magricelo, com bigode e cara de redneck, então está uma boa caracterização.
    Senti muito da mão do Padilha na série, especialmente nas cenas de tortura e claro, a cena do saco, que ele adora colocar.
    Tem algumas falhas, mas nada imperdoável…
    A atuação que mais me incomodou foi a do líder do M-19, que atuação horrível!!!
    O ator tem cara de vilão de novela mexicana, faz altas caras canastronas, não tem carisma nenhum e nem cativa ninguém, ficou parecendo um vilão genérico de um filme de ação, sendo que a história dele é bem mais profunda e interessante que isso.
    Vi muitas críticas de gente muito extremista e que só enxerga o que lhe agrada, reclamaram que houve uma exaltação a Pinochet, que foi uma justificativa da invasão dos EUA, que retrataram os movimentos revolucionários como narco tráficos, vilões comunistas que estavam tentando dominar, subverter e drogar o mundo etc etc etc…
    Mas porra, é a visão escrota e parcial do FBI, da DEA e dos EUA, justamente era para ser assim a série.
    Eu vi e entendi isso.
    Agora na segunda temporada, quem sabem mostram o outro lado da perspectiva, o outro lado da coisa, como o Padilha adora fazer, mostrar alguém com uma visão fechada que está tão envolvido na coisa que não consegue ver outras perspectivas, até que acontece algo que o faz ver de uma forma mais ampla e começa a se questionar de que está fazendo.

  • André Garcia

    Tá tranquilo o programa? Sem spoilers importantes? Vale a pena ver a série antes ou posso começar a ouvir o cast sem medo de ser feliz?

  • Paulo

    Começou termina (JN)!!!

    Foda foi a Jaula (Pablo) !!!

  • peter

    Marton, o Padilha não dirigiu todos os episódios não, veja:

    “E isso, claro, deve-se ao roteiro e à direção da série. Além de Padilha, que dirigiu os dois primeiros episódios, Narcos contou com outros três diretores: o mexicano Guillermo Navarro (que fez a fotografia de O Labirinto do Fauno e dirigiu episódios de Hannibal); o colombiano Andi Baiz (do remake latino de Breaking Bad) que foi responsável por episódios com forte teor político (episódios 5, 6 e 9), e o brasileiro Fernando Coimba (O Lobo Atrás da Porta) que comanda os episódios 7 e 8 que são quase que inteiramente focados nas impactantes e violentas consequências dos atos extremistas (como a explosão de um avião civil!) de Escobar contra o governo e a crescente rixa de seu cartel de Medellin com o de Cali.”

    http://www.ligadoemserie.com.br/2015/08/critica-a-otima-1a-temporada-de-narcos-da-netflix/

  • Edivaldo F. Alves

    Mira, Papricast es ahora internacional ! Dominará el Mercosur . Ah seus piá foda!!!